Dropshipping.com.br – Tudo sobre importações

A cada dia cresce mais a quantidade de serviços ofertados pela Internet, e na mesma proporção, cada vez mais pessoas têm se interessado em utilizar esse canal para ganhar dinheiro. Desde os anos de 1990 quando as primeiras lojas virtuais surgiram, até hoje, o e-commerce (comércio online) tem se mantido como a principal forma de lucratividade na Internet, fazendo com que, inclusive, muitas empresas abolissem por completo suas lojas físicas e até mesmo os seus estoques. E não são só as grandes lojas. Esse tipo de empreendimento – o dropshipping – atrai cada vez mais micro e pequenos investidores que desejam se tornar donos do seu próprio negócio.

DropShipping

Dropshipping.com.br – Seu guia sobre importações

Para aqueles que não têm um espaço físico para se manter estoque, ou por falta de capital para comprar e guardar produtos para pronta-entrega, ou ainda pelo desejo de trabalhar com inúmeros nichos de mercado, uma ótima solução para começar um negócio é utilizando a técnica de Dropshipping.

O que é Dropshipping?

O Drop shipping é um sistema de logística utilizado para vendas de produtos pela internet, no qual se diferencia pela possibilidade de não haver a necessidade de um grande investimento inicial aplicado na montagem de um estoque, algo essencial em lojas convencionais.

Nesse tipo de modalidade, o vendedor é na verdade um intermediador entre o comprador e o fornecedor do produto. O papel do vendedor se limita à divulgação do seu produto pela Internet, seja por meio de sites de vendas como o Mercado Livre, grupos de vendas e páginas no Facebook, ou até mesmo um site próprio. Após o comprador adquirir um determinado produto,  – e pagar por ele, é claro – o vendedor pega o dinheiro que recebeu da venda, vai até o site do seu fornecedor, efetua a compra da mercadoria e a encaminha direto para a casa do cliente. Sem ter que se preocupar também com o envio da mercadoria. Ou seja: o produto anunciado e vendido pelo vendedor não passa pelas mãos dele.

Como fazer o Dropshipping?

Passo nº 1: Anuncie

Dropshipping: alternativa às compras nacionais

Dropshipping: alternativa às compras nacionais

O primeiro passo para colocar em prática o Drop shipping é escolher o que você deseja vender e a forma que usará para divulgar os seus produtos. Você pode montar um blog ou uma loja online. Atualmente há inúmeras formas de criar um site de um jeito simples e gratuito. Outra maneira é utilizar as redes sociais como canal de divulgação. No Facebook, a dica é anunciar principalmente em grupos de compra e venda, ou até mesmo criar uma página da sua loja. Há ainda sites específicos que unem vendedores e compradores, como o Mercado Livre e o Toda Oferta.

Passo nº 2: Venda efetuada

Após você ter anunciado o seu produto, o potencial comprador se interessa por ele, faz a compra e você recebe o dinheiro. É recomendado que para receber pagamentos você utilize meios como o Paypal ou o PagSeguro, assim seu cliente também sentirá mais segurança para comprar com você. Seu papel nessa etapa é estar disponível para o cliente e responder suas eventuais perguntas.

Passo nº 3: Faça a compra

Ao estar com o dinheiro pago pelo cliente em sua conta, você entra em contato com o fornecedor, e com o dinheiro recebido você paga o fornecedor pela mercadoria escolhida por seu cliente.

Passo nº 4: O fornecedor envia a mercadoria

Com o seu pedido, o seu fornecedor envia a mercadoria, seja ela originaria dos Estados Unidos ou China, diretamente para as mãos do seu cliente, como se fosse você quem a enviasse.

Quais as vantagens e desvantagens desse sistema?

Prós:

  • Além de um computador conectado à Internet e um cartão de crédito, você não precisa de mais NADA. O investimento é zero, pois você não precisará de um espaço físico para armazenar o estoque, e muito menos de capital para comprar mercadorias para montar um estoque.
  • O único trabalho que você terá vai ser o de anunciar seu produto na Internet, e fazer a compra com o fornecedor. Não precisará se incomodar com embalagens e fretes, porque isso será trabalho do seu fornecedor.
  • Você pode ter uma maior variedade de produtos anunciados, já que não precisará mantê-los em estoque, além de existir dezenas de fornecedores dos mais variados tipos de mercadoria.
  • Você não terá gastos. Tudo o que entra é lucro!

Contras:

Como você não tem estoque, também não possui pronta-entrega, o que torna o frete, principalmente de produtos vindos do exterior, um pouco mais demorado.

  • Você não tem controle sobre a qualidade do produto enviado ao cliente. Uma dica é comprar e testar cada tipo de produto que deseja anunciar. Assim você saberá o que está vendendo.
  • O produto pode ser taxado, e quem pagará a conta será o cliente. Portanto, deixe-o ciente disso.
  • O cliente acredita que quem está enviando o produto é você. Então qualquer problema que ocorrer com a entrega ou a mercadoria, quem terá que resolver será você.

Agora, para dar início aos negócios, precisamos que você veja as modalidades de importação e aprenda como importar.